logo

Atos Negros

Conjurando...

Fazer Pacto

BATE-PAPO - 15 de fevereiro de 2021

Visualização de fantasmas

Fala galera, Gigim mais uma vez trazendo assuntos que parecem bobos mas rendem boas conversas sobre o mundo oculto, e hoje depois de assistir a sofrível 6ª temporada de American Horror History, pensei, “por que não falar de fantasmas?

Sinopse da temporada

Uma família compra uma casa antiga onde uma porrada de fantasmas assombra, algo como “essas terras são nossas”, por conta disso todo mundo que mora lá desaparece ou morre e a trama acelera quando uma garotinha, sobrinha dos protagonistas desaparece por ter sido sequestrada pelos supostos fantasmas. Inicialmente a garota enxerga o fantasma de uma menininha chama Patrícia, e depois que desaparece um médium é convocado pra falar com todos os outros fantasmas, e é disso que vamos falar.

O dom da garotinha

Sempre aparece isso em filme, uma criança que vê e fala com fantasmas sem muita dificuldade e sem medo, no caso dessa série não se preocuparam porque a criança estava passando por um momento conturbado com a separação dos pais, então assim como toda criança norte americana ela logo criou um amigo imaginário… coisas de filmes.

Por que crianças?

Algumas pessoas dizem que todo ser humano tem a capacidade de enxergar o mundo espiritual, e que ao nascer essa capacidade é maior, conforme vamos aprendendo leis e regras que nos transformam em pessoas normais, essa capacidade vai diminuindo ao ponto de se tornar dormente, crianças por ainda acreditarem no “mundo mágico”, teriam mais facilidade de aceitar o que “não existe”, por conta disso teriam mais facilidade em visualizar vultos, fantasmas, anjos e espíritos, outro momento que isso seria possível é quando a psique do indivíduo está afetada, por isso as crises familiares tendem a ser gatilho para a ativação do dom.

Por que o médium extravagante?

Como dito anteriormente conforme crescemos vamos nos adaptando a um mundo real e bem pouco místico, fantasmas não existem, magia é coisa de videogame e monstros só existem nas nossas cabeças e todo o conteúdo desse site é pura balela… Bom se você continua lendo é porque não acredita 100% nisso, e é bem isso que os médiuns tendem a fazer, inverter a concepção de mundo real e aceitar que nem tudo é tão físico e palpável. O médium, na série, convoca os espíritos para saber qual a situação da garotinha, e a forma como mostraram o ritual foi bem interessante, por isso resolvi citar.

Eu vi, mas não tava lá

Durante o ritual, apesar de apetrechos ritualísticos, como velas, folhetos de santos e cânticos, no momento em que os fantasmas vieram atender ao chamado, somente o médium conseguia enxergá-los, mesmo eles fazendo alguns efeitos especiais como quebrar coisas, derrubar coisas e emitir barulhos, em momento algum eles “plasmaram” perante todas as pessoas na sala, então significava que os espíritos estavam lá o tempo todo, porém não podiam ser vistos por olhos normais… o que levanta umas questões interessantes.

E que falaremos na próxima parte, vou parar por aqui pro texto não ficar muito longo

Vlw galera Hasta!

 

LEIA TAMBÉM

A magia caótica está um caos…

9 de dezembro de 2020

Entre fantasmas, demônios e egos inflados

14 de dezembro de 2020

Por que você é uma piada?

7 de janeiro de 2021

Adote uma súcubos

24 de fevereiro de 2021

E se a morte não for isso tudo

8 de dezembro de 2020

O novo do Novo

9 de dezembro de 2020

Você morreu e nem percebeu…

14 de dezembro de 2020

CONQUISTAS

Usuário Cervo

40 Ossos

Postou mais de 1 postagem em seu perfil

1 Required Step

  • Abriu a mente e fez ao menos uma postagem.

Usuário Carneiro

60 Ossos

Postou mais de 100 postagens em seu perfil

1 Required Step

  • Sua mente está abrindo, você atingiu 100 postagens!

Usuário Leão

80 Ossos

Postou mais de 500 postagens em seu perfil

1 Required Step

  • Mais de 500 publicações... ou você fala demais, ou está evoluindo.

Usuário Gato Místico

100 Ossos

Postou mais de 1000 postagens em seu perfil

1 Required Step

  • Pessoas escutam mais a você que suas próprias consciências, 1000 publicações!